3
Cursos de Bonsai
Curso Transformação e Aramamento

/post-publicacoes?id_cs_blog_post=58&rewrite=curso-transformacao-e-aramamento&category_parent=42

75,00 €
Mais

Promoções Semanais

Últimas publicações

Comentários recentes

Não existem comentários

Ficha Técnica - Estilos Clássicos Japoneses

Ficha Técnica - Estilos Clássicos Japoneses

Os Japoneses, ao tomarem contacto com a arte de Bonsai, "regraram" as forma em que estes eram criados, para desta forma "simplificarem" a sua avaliação estética.

Estas regras vulgarmente chamadas de "estilos clássicos Japoneses", serviam também para simplificar e garantir, a manutenção estética dos Bonsai ao longo de gerações.

Estes estilos são inspirados nas formas que as árvores criam na natureza, aperfeiçoadas ao detalhe através da técnica Bonsai.

Embora existam muitos mais, e de cada um várias derivações, vamos tentar retractar de forma simplificada, alguns dos principais "estilos clássicos Japoneses".

Hokidashi (nome em japonês) – Árvore de copa redonda, normalmente com o tronco recto, podemos vê-la na natureza em várias espécies e locais (ex: laranjeira).

Moyogi – Direito informal, árvore cujo tronco apresenta diversas curvas com pernadas no lado externo de cada curva.

Chokan – Direito formal, árvore de tronco recto, com varias pernadas distribuídas em seu redor.

Fukinagashi – Batido pelo vento, facilmente vemos árvores na natureza tomarem esta forma, junto a zonas costeiras com ventos dominantes do lado do mar.

Yose –eu - Floresta, conjunto de diversas árvores da mesma espécie, de alturas e espessuras de tronco diferentes conjugadas entre si em harmonia.

Sekijojo – Agarrado à rocha, planta cujas raízes “abraçam e engolem” uma rocha formando um conjunto em profundo equilíbrio, neste estilo a planta alimenta-se no solo que se encontra no vaso por baixo da rocha.

Is-hitsuki -Plantado na rocha, uma ou mais plantas plantadas sobre uma rocha que lhes serve de vaso visto conter solo em cavidades na própria rocha.

 Kengai – Cascata, planta cujo ápice cresce para baixo, é usual verem-se árvores na natureza adquirirem esta forma quando crescem em montanhas em que o peso da neve e os ventos as fazem crescer para baixo protegendo-se pela encosta da própria montanha.

Han-kengai – meia cascata, neste estilo é a primeira pernada que se estende para baixo, tendo um movimento dominante sobre o ápice.

Sharimiki – planta com várias zonas de madeira morta, neste estilo mais importante que a forma do Bonsai (que até se pode incluir noutro estilo, é a quantidade de zonas do tronco mortas (shari), bem com de ramos mortos (jin), normalmente representa uma árvore bastante velha e fustigada pelas condições climatéricas.

Neagari – raízes expostas, neste estilo a base da planta é composta por várias raízes expostas, como que pela erosão do solo e pelas constantes inundações.

Bunjingi - Literário, deve o seu nome aos “Letrados”, artistas que se isolavam nas montanhas para se inspirarem, e posteriormente pintavam nos seus livros e quadros árvores com estas formas adquiridas por crescerem em condições árduas no topo das montanhas. É um estilo de linhas fluidas em que a massa verde apenas tem uma pequena representação. São Bonsai em que a linha forte é a altura e que o vazio predomina.

Muitas das vezes numa única árvore reúnem-se mais do que um estilo, bem como nem todos os Bonsai têm de se enquadrar num destes estilos, mesmo na natureza existem árvores com formas que não se enquadram em nenhum estilo.

Resumindo, se o nosso Bonsai não tiver forma de “Bonsai” clássico (estilo clássico), poderá sempre ser uma perfeita árvore em miniatura.

0 Comentário

Notice: Undefined index: related_products_result in /home/lusobons/public_html/cache/smarty/compile/a6/ac/be/a6acbe25e1c18a9173a803c3750533fc056d9216.file.post.tpl.php on line 180

Notice: Trying to get property of non-object in /home/lusobons/public_html/cache/smarty/compile/a6/ac/be/a6acbe25e1c18a9173a803c3750533fc056d9216.file.post.tpl.php on line 180
Essential SSL